Novo livro de Luiz Costa Lima, Professor Emérito do Departamento de História: Melancolia: literatura.

20 de July de 2017

A melancolia surge como inquietação ocidental pela primeira vez na voz do fisiólogo grego Hipócrates (460 a.C.-370 a.C.), como um transtorno do humor associado a um mal físico, provocado pela bílis negra. Na Antiguidade, a tradição hipocrática preserva esse estado
Leia mais..

III Simpósio Internacional Brasil: da Ditadura a Democracia – 9,10 e 11 e de agosto – auditória do IAG/ PUC –Rio.

12 de July de 2017

Como parte das atividades do Grupo de Estudos e Pesquisa em História Social e Ditaduras, ligado ao Programa de Pós-Graduação em História Social da Cultura, que reúne pesquisadores que têm como foco o estudo sobre a atuação de trabalhadores e
Leia mais..

O Prof Jorge Eduardo Myers (do Programa de História Intelectual da Universidad de Quilmes, Buenos Aires, Argentina) proferirá uma palestra na 4a feira, dia 21 de junho, às 10h, na sala 502F.

Untitled-1 (8)

O professor Jorge Myers é especialista em História Intelectual e das Ideias nos séculos XIX e XX.  Formou-se nas universidades de Cambridge (Reino Unido) e Stanford (Estados Unidos) e ocupou cargos de ensino e pesquisa nas universidades de Buenos Aires
Leia mais..

Projeto do Departamento de História é aprovado em edital de apoio aos programas e cursos de pós-graduação stricto sensu, da Faperj.

05 de June de 2017
logo

Projetos da Física, da Engenharia Civil e da História foram aprovados pelo  programa Apoio Emergencial para os Programas e Cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu do Estado do Rio de Janeiro – 2016, da Faperj. O objetivo do programa é garantir a
Leia mais..

Aspectos da história e cultura suaíli do norte de Moçambique: processos sociais, transformações identitárias, com a profa Regiane Matos | Ciclo de Seminários de História de África | Seminários CH-ULisboa

regiane lisboa

O Centro de História da Universidade de Lisboa promove o seminário de História de África, um espaço regular de debate e reflexão sobre as problemáticas actuais deste campo de estudos. Valorizam-se as continuidades e descontinuidades dos mundos africanos e seus
Leia mais..