O Programa de Pós-Graduação em História Social da Cultura convida para a Mesa-Redonda: Arte como figura de felicidade

07 de November de 2016
O Programa de Pós-Graduação em História Social da Cultura convida para a Mesa-Redonda: Arte como figura de felicidade
CONVIDADOS
Professor Jacques Poulain (Unesco-Paris VIII Université)
Professor Ronaldo Brito (PUC-Rio)
Professor Walter Menon (UFPR)
Professora Sonia Campaner (PUC-SP)
MEDIAÇÃO
Professora Renata Camargo Sá (UFF)
Pinturas são figuras de felicidade, assim como a língua e os poemas, porque apresentam como realidades visíveis aquilo que o pensamento guarda dentro de si como seu mais precioso tesouro: sua capacidade de fazer com que o mundo e a vida falem sem, contudo, necessitar verbalizar. O pensamento é tanto escuta da escuta, que se apraz de si mesmo, como abertura para esse mundo, que ele mesmo cria a cada vez que se renova. Incapaz de pensar seu próprio vir-a-ser antes de se pensar, o pensamento é, apesar disso, capaz de encontrar nele mesmo a fonte do renascimento perpétuo do tempo, fonte esta que o surpreende sem parar, ao renová-lo e curá-lo, sem que ele nem mesmo tenha consciência de tal renovação. Pinturas são frutos dessa fonte de renovação que busca adequar o mundo e aqueles que o contemplam a realizar nas coisas o tipo de felicidade proveniente da renovação que elas mesmas promovem. Elas nos fazem gozar essa felicidade por antecipação, como se a felicidade fosse o destino ultimo do próprio pensamento. 
Local, data e hora: Dia 11/11, às 11hs, Auditório IAG (antigo Amex)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.